José Vagner Rebouças Filho

José Vagner Rebouças Filho

PhD Student

Universidade Federal de Pernambuco

Bio

Sou graduado em licenciatura em Ciências Biológicas e mestre em Ciências Naturais pela Universidade Estadual do Ceará, onde trabalhei com monitoramento de espécies invasoras na Caatinga. Atualmente estou fazendo doutorado em Biologia Vegetal na Universidade Federal de Pernambuco, onde desenvolvo pesquisas sobre o papel de plantas exóticas em sistemas socioecológicos da Caatinga. Além disso, sou membro fundador e produtor de conteúdo na página @identplantas no instagram, cujo foco é o ensino da identificação taxonômica para formação de profissionais para atuar na área ambiental de flora por meio de cursos, palestras e eventos temáticos na área da botânica.

Pesquisa atual

Minha tese está dividida em 3 capítulos sobre espécies exóticas na Caatinga abordando como as plantas exóticas afetam a montagem de comunidades vegetais na Caatinga, por meio de uma análise integrada de aspectos socioecológicos, funcionais e filogenéticos como fatores preponderantes para a compreensão dos impactos da invasão biológica na Caatinga.

  • Espécies Exóticas No capítulo I será analisada como a composição de espécies exóticas afeta a diversidade de plantas e o funcionamento ecossistêmico, utilizando a abordagem de Montagem da Comunidade e Funcionamento dos Ecossistemas. Espera-se como resultados que a presença de espécies exóticas reduza a diversidade funcional e filogenética de comunidades vegetais na Caatinga, assim como uma diminuição da biomassa e produtividade nas comunidades

Dinâmica de remoção de espécies invasoras no experimento. A - parcela controle com espécies nativas e invasoras, B, C e D - parcelas com diferentes configurações de remoção de espécies invasoras. À direita, é possível observar as diferentes variáveis respostas a serem analisadas (diversidade funcional, diversidade filogenética e biomassa acima do solo).

  • Índice de Suscetibilidade à Invasão Por Exóticas

Já no capítulo 2 será desenvolvido um Índice de Suscetibilidade à Invasão por Espécies Exóticas (ISI), usado para avaliar a suscetibilidade à invasão biológica por meio de variáveis socioambientais. Aqui, espera-se como resultados a criação do ISIEE e sua validação na Caatinga para gerar um mapa de suscetibilidade à invasão.

Componentes do Índice de Suscetibilidade à Invasão por Espécies Exóticas proposto neste projeto e seu potencial aplicação por meio de um mapa de suscetibilidade à invasão na Caatinga.

  • Etnoecologia de espécies exóticas

No capítulo 3, será feita uma revisão sistemática dos usos de plantas por populações tradicionais, analisando os atributos funcionais de potencial invasor das espécies exóticas utilizadas na Caatinga. Espera-se que as espécies exóticas tenham elevados atributos de ruderalismo e competição em sistemas socioecológicos da Caatinga.

Uso de plantas em sistemas socioecológicos na Caatinga está associado com os atributos funcionais das espécies exóticas e suas estratégias ecológicas que favorecem sua dominância no ambiente

Interesses
  • Biological invasions
  • Plant ecology
  • Socio-ecological systems in the caatinga
Formação
  • Undergrad in Biological Sciences, 2018

    Ceara state University

  • Master in Natural Sciences, 2021

    Ceara state University

  • PhD student in Plant Biology, 2021

    Federal University of Pernambuco